Mostra de curtas: Imagens Militantes Brasil Contemporâneo.

Exibição de curtas de resistência, produzidos por coletivos independentes de todas as regiões do Brasil.

PROGRAMA

6/9, às 16h Sessão I [ 1h40min ]

Obreiras
Documentário, Colorido, Digital, 26 min, 2018
Direção: Ana França, Gabriela Albuquerque e Isadora Fachardo
Sinopse: ”Obreiras” acompanha o cotidiano de quatro pedreiras moradoras da região metropolitana de Belo Horizonte. Poliana, Cenir, Adriana e Rosângela exercem o trabalho de base da construção civil, conciliando-o com a vida familiar, os estudos e os sonhos. Elas constroem, além de prédios e casas, novas formas de serem mulheres. 

Sereias
Documentário, Colorido, Digital, 16 min, 2018
Direção: Barbara Vida
Sinopse: Formação de Sereias é o nome da coletiva feminista que se formou na Ocupação do Ministério da Cultura do Rio de Janeiro, OcupaMinC RJ, que teve início durante o processo impedimento da presidenta Dilma Rousseff. SEREIAS desvela o protagonismo dos corpos femininos neste movimento através de performances e imagens documentais.

Mãe do Mangue
Documentário, Cor, 17’, 2018
direção: Isabella Cruvinel Santiago, Jonas Torralba Batista
Mangrove’s Mother
Sinopse: O filme retrata o modo de vida e trabalho das mulheres pescadoras da Reserva Extrativista de Canavieiras, na Bahia.

Maria
Ficção, Colorido, DCP, 12 min, 2018.
Direção: Vini Campos
Sinopse
Adaptado do conto homônimo de Conceição Evaristo, Maria é uma mulher que trabalha como empregada doméstica. Ao entrar no ônibus para sua casa, Maria se depara com Anderson, um ex amante e pai do seu primeiro filho. O encontro com o ex traz para Maria uma série de lembranças e alguns arrependimentos.

Um beijo para Gabriela
Documentário, Cor, 29min, 2013
Direção: Laura Murray
Sinopse: Um Beijo para Gabriela segue de perto a campanha a deputada federal, em 2010, de Gabriela Leite, a primeira prostituta a concorrer a um mandato no Congresso Nacional brasileiro, enfrentando 822 oponentes e um sistema político dominado pelos machos.

Peixe
Ficção, Cor, 17min, 2018
Direção: Yasmin Guimarães
Sinopse: Marina é uma jovem mulher que trabalha em Belo Horizonte realizando entregas com a sua bicicleta. Marina is a young woman that works in Belo Horizonte doing deliveries in her bike.

7/9, às 15:30 Sessão II [ 1h23min ]

Conte isso àqueles que dizem que fomos derrotados
Documentário, Colorido, DCP, 23 min, 2018
Direção: Aiano Bemfica; Camila Bastos; Cristiano Araújo; Pedro Maia de Brito
Sinopse: A noite é tempo de luta (ou há um novo lugar possível sendo avistado no horizonte).

Majur
Documentário, Colorido, DCP, 20 min, 2018
Direção: Rafael Irineu
Sinopse: Conheça Majur, chefe de comunicação de uma aldeia no interior de Mato Grosso. O documentário mostra um recorte de um ano de sua vida.

Megg- A Margem que Migra para o Centro
Documentário, Colorido, Digital, 15 min, 2018
Direção: Larissa Nepomuceno e Eduardo Sanches
Sinopse:Megg Rayara derrubou barreiras para chegar onde chegou.Para ela, seu diploma é um marco importante de uma luta não só pessoal mas, sim, coletiva. Pela primeira vez no Brasil, uma travesti negra conquista o título de Doutora. É a margem que migra para o centro, levando toda sua história consigo.

Liberdade
Documentário, Colorido, DCP, 25 min, 2018
Direção: Pedro Nishi e Vinícius Silva
Sinopse:
Abou é um artista guineense que vive com outros imigrantes africanos em uma pensão no bairro da Liberdade em São Paulo. Entre eles, vive Satsuke, uma mulher japonesa misteriosa que parece estar na casa há muitas décadas. Sow, um jovem guineense, está tentando chegar na casa para começar uma vida no Brasil, mas fica preso na imigração no aeroporto. Vidas estrangeiras habitam o bairro da Liberdade, um lugar de passado sombrio.

7/9, às 18 Sessão III [ 1h44min ]

À Luz do Sol
Under the Sunlight

Brasil, 2017, 13’
Direção: Edielson Shinohara
Sinopse: O filme traz relatos sobre aspectos da trajetória de personagens travestis e transexuais de Belém-PA, na região amazônica. Os retratos de sua luta cotidiana, tanto no trabalho quanto contra o preconceito, fazem referência a pessoas que muitas vezes são invisibilizadas.

Verde Limão (Lime Green)
Ficção, Colorido, Digital, 18 min, 2018
Direção: Henrique Arruda
Sinopse: Prestes a entrar no palco pela última vez, uma veterana Drag Queen revisita todas as cicatrizes que formam o seu carnaval.

Tea for Two
Ficção, Cor, 24’
Direção: Julia Katharine
Sinopse: Silvia é uma cineasta de meia idade em crise com sua vida. Na mesma noite em que é surpreendida pela visita da ex-esposa, que a largou há alguns anos, conhece uma outra mulher que a fascina.

Beat é Protesto
Documentário, Cor, 23min
Direção: Mayara Efe
Sinopse: O Beat é Protesto – O funk pela ótica feminina é um documentário curta metragem que retrata sobre a cena underground das mulheres no funk de protesto da última década de São Paulo.