Quem somos

Somos brasileiras e brasileiros, artistas, pesquisadoras, negras, lésbicas, feministas, migrantes, que continuamos desde a Europa a lutar contra o ultraconservadorismo neoliberal fascista que governa o Brasil.

Histórico

Criamos o Gira em 2018 diante da crescente ameaça a movimentos sociais no Brasil e da aproximação das eleições. Com a tomada do poder pela extrema-direita, tornou-se ainda mais urgente unir forças para visibilizar as resistências, que são espaços de existência de modos de vida diversos, de narrativas plurais, de criação artística e debate político democrático.

Em 2019 seguimos estabelecendo pontes contra o racismo, o patriarcado, a homo e transfobia, a concentração de terras e riquezas, a privatização de bens comuns e o capitalismo colonial. Contamos com sua participação para girar novamente este ano!